Skip to content

Panorama de mercado semanal – 03/06/13 às 8h00

03/06/2013

Renda Variável

Por favor, acesse o meu comentário semanal em

http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/investidor-em-acao/

Renda Fixa – Brasil

O Banco Central do Brasil (BCB) preferiu aumentar a Selic em 0,50 p.p. na reunião do Copom realizada na semana passada. Segundo seu presidente, Alexandre Tombini, o BCB será implacável com a inflação…

Uma forte mudança no posicionamento da instituição que vinha meio sem saber que atitude tomar frente à inflação e ao encaminhamento da gestão econômica do país pelo Planalto. A sinalização foi forte o suficiente para fazer o mercado “arrepiar” e abrir as taxas de todos os vencimentos de DI futuro na BM&F.

Nessa semana, quando da publicação da ata da reunião do Copom, será possível aferir os motivos e razões que levaram o BCB a intensificar a alta da taxa Selic.

Veja, a seguir, os gráficos e tabelas das taxas de juros referentes tanto aos DI’s curtos quanto aos DI’s longos, ajustadas para 03/06/13. Vale observar também, o grau do ajuste nas taxas de juros, realizado pelo mercado na semana passada em relação às taxas ajustadas para 27/05/13.

DI’s de prazos curtos

Curvas_03-06-13 curta semanal

DI’s de prazos longos

Curvas_03-06-13 longa semanal

Problemas à frente

A situação da economia brasileira como um todo não é das melhores, dentro de um contexto internacional de valorização da moeda norte-americana. O que deve obrigar o país a sacrificar algo de suas polpudas reservas externas se quiser “administrar” a cotação do dólar frente ao real e, assim, impedir maior pressão na inflação.

Além disso, agora, não se pode nem ao menos escolher entre mais crescimento econômico em troca de um pouco mais inflação, porque esse momento já passou e o crescimento não ocorreu; tendo a opção de política econômica empregada colhido apenas espinhos e poucos benefícios – se é que houve algum.

O governo mostra muita desenvoltura para gastar e parece ter esquecido que para mudar o padrão de crescimento até então adotado – baseado no consumo – irá precisar de poupança pública e privada para investir; a qual não está disponível na proporção requerida e necessária para combater a perda de competitividade da indústria local e insuficiência da oferta. Dessa forma, a equação de crescimento econômico sustentado para o país fica difícil de fechar, já que o controle da inflação e das contas externas estão ameaçados.

Taxa Selic

O mercado terminou a semana passada projetando uma taxa Selic de 8,38% aa para a próxima reunião do Copom – a ser realizada em 09 e 10/07 – , conforme pode ser aferido pelo gráfico, a seguir.

TSelic 03-06-13 semanal

Vale notar nova alta nas projeções da taxa Selic para as futuras reuniões do Copom frente às registradas no início da semana passada.

Bons negócios!

Acesse também:

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: