Skip to content

Panorama de mercado semanal – 27/05/13 às 7h34

27/05/2013

Renda Variável

Por favor, acesse o meu comentário semanal “O perigo mora ao lado?” em

http://exame.abril.com.br/rede-de-blogs/investidor-em-acao/2013/05/27/o-perigo-mora-ao-lado/

Renda Fixa – Brasil

Situação econômica cada vez mais complicada para o governo, mesmo com o refresco causado pela prévia da inflação de maio, onde o IPCA-15 atingiu 0,46%, trazendo o acumulado em 12 meses para 6,46% (IPCA-15).

Conforme ressaltado no comentário para renda variável,

”A convivência com uma inflação mais alta, além de políticas econômicas (fiscal e monetária) de resultados duvidosos, contribuem para aumentar a incerteza sobre a direção da economia brasileira e patamar do crescimento econômico local.

O governo vem exercitando uma política fiscal expansionista, ao sacrificar a meta de superávit fiscal estabelecida anteriormente. O aumento das despesas correntes do governo, sua política de reduções tarifárias, renúncias fiscais e desoneração das folhas de pagamento de certos setores tem ajudado pontualmente no combate à inflação, mas a um preço muito alto: queda na credibilidade e efetividade de uma política fiscal alinhada com a manutenção de bons fundamentos para a economia.

Ademais, a redução da “poupança do governo” com a manutenção do padrão atual de consumo da sociedade têm feito com que o déficit em conta corrente (setor externo) do país aumente na mesma proporção, indicando que o valor do dólar pode vir a ser pressionado para cima; o que obrigaria o governo a atuar de maneira recorrente no câmbio, desfazendo-se de parte de suas reservas externas, e a dar continuidade ao ciclo de alta da taxa Selic para impedir que a inflação se descole expressivamente do teto da meta de 6,50% a.a. estabelecida pelo governo.”.

Essa perspectiva, marcada pela incerteza, fez “abrir”, com maior vigor, as taxas de juros dos DI’s de prazos mais longos como poderá ser notado em seguida.

Além disso, apesar de não se esperar nenhuma surpresa para a reunião do Copom marcada para essa semana – quando se projeta uma alta de 25 p.b. na Selic -, também não dá para imaginar que o ciclo de alta da Selic venha a terminar logo e de maneira abrupta.

Veja, a seguir, os gráficos e tabelas das taxas de juros referentes tanto aos DI’s curtos quanto aos DI’s longos, ajustadas para 27/05/13. Vale observar também, o grau do ajuste nas taxas de juros, realizado pelo mercado na semana passada em relação às taxas ajustadas para 20/05/13.

DI’s de prazos curtos

Curvas_27-05-13 curta semanal

DI’s de prazos longos

Curvas_27-05-13 longa semanal

Taxa Selic

Por fim, o mercado terminou a semana passada projetando uma taxa Selic de 7,85% aa para a próxima reunião do Copom – a ser realizada em 28 e 29/05 – , conforme pode ser aferido pelo gráfico, a seguir.

TSelic 27-05-13 semanal

Vale notar nova alta nas projeções da taxa Selic para as futuras reuniões do Copom frente às registradas no início da semana passada.

Bons negócios!

Acesse também:

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: