Skip to content

Panorama de mercado semanal – 06/05/13 às 8h33

06/05/2013

Renda Variável

O panorama na zona do euro, com a redução de 25 p.b. de sua taxa básica de juros, aliada à expectativa de novas medidas de estímulo para reverter a perspectiva de baixo crescimento no continente animaram as bolsas de valores da Europa semana passada.

Entretanto, nota-se que o crescimento econômico mundial não apresenta perspectivas muito favoráveis dado os resultados  negativos dos índices PMI da indústria tanto para a zona do euro, China e EUA divulgados na semana que passou.

Nos EUA, o FED deu indicações de que pode até aumentar seu programa de estímulos à economia, dado o crescimento abaixo do esperado registrado pelo PIB do país, referente ao 1TRI/13 há alguns dias e o fraco desempenho de indicadores econômicos (PMI de abril) divulgados ao longo da semana passada.

Apesar desses resultados, o país criou mais empregos do que o esperado em abril, tendo registrado criação de 165 mil postos de trabalho. Isso foi o suficiente para fortalecer as bolsas locais e garantir mais uma semana de alta para elas.

No Brasil, o Ibovespa registrou alta na semana (+2,28%), mas apresentou volatilidade tendo terminado a semana com direção indefinida e leve ganho no pregão (+0,30%) de sexta-feira – depois de ter registrado alta de 1,89% na máxima do dia.

As perspectivas para a economia brasileira continuam nebulosas, com diminuições sucessivas da taxa do crescimento do PIB esperada para 2013, que já está projetada abaixo dos 3%. Além disso, a mudança explícita no encaminhamento da política fiscal do governo tem deixado os investidores apreensivos e começa a arranhar a credibilidade de um dos suportes do tripé no qual a política econômica do país vinha se sustentando.

Veja a seguir os gráficos candlestick diário  e semanal do índice Ibovespa até 03/05/13.

Diário

IBOV_diario_2013-05-04_1545

Nota-se a existência de forte resistência do Ibovespa na faixa dos 55.520 pontos. Conforme pode ser percebido pelo gráfico diário, o índice vem apresentando dificuldade para romper essa resistência há cerca de 2 semanas.

Semanal

IBOV_semanal_2013-05-04_1548

Percebe-se que, apesar da forte recuperação na semana passada, o índice Ibovespa não teve força para superar a resistência assinalada no gráfico semanal – na faixa dos 55.520 pontos. Além disso, conforme ressaltado no Panorama de mercado semanal – 29/04/13 às 8h31, o Ibovespa ainda precisa romper, de fato, a resistência desse canal de baixa – nos 56.270 pontos – para configurar uma reversão de sua tendência baixista.

Renda Fixa – Brasil

O desenho traçado pela política fiscal do país, além da resistência (para baixo) da inflação faz com que o mercado de juros apresente forte potencial de volatilidade e incerteza. Não se engane pela aparente calma registrada na semana passada.

O Copom elevou a taxa Selic em 0,25 p.b., para o patamar de 7,50% aa, há alguns dias, sinalizando que estaria “de prontidão” para combater a insistência da inflação local em permanecer em patamar acima do desejado. Entretanto,  o mercado continua em dúvida quanto à intensidade e a duração do ajuste a ser feito na taxa Selic, em um ambiente de clara fraqueza e incerteza nos rumos da recuperação da economia mundial.

Nota-se que houve leve aumento da inclinação da curva de juros spot ao longo da semana passada para os DI’s de prazos mais curtos, enquanto que os de prazos mais longos registraram diminuição. Além disso, percebe-se que o mercado elevou ligeiramente o patamar esperado para a taxa Selic a ser definida na próxima reunião do Copom, marcada para 9 e 10/07.

Veja, a seguir, os gráficos e tabelas das taxas de juros referentes tanto aos DI’s curtos quanto aos DI’s longos, ajustadas para 06/05/13. Vale observar também, o grau do ajuste nas taxas de juros, realizado pelo mercado na semana passada em relação às taxas ajustadas para 29/04/13.

DI’s de prazos curtos

Curvas_06-05-13 curta semanal

DI’s de prazos longos

Curvas_06-05-13 longa semanal

Taxa Selic

Por fim, o mercado terminou a semana passada projetando uma taxa Selic de 7,82% aa para a próxima reunião do Copom – a ser realizada em  9 e 10/07 – , conforme pode ser aferido pelo gráfico, a seguir.

TSelic 06-05-13 semanal

Bons negócios!

Acesse também:

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: