Skip to content

Panorama de mercado – 11/03/2013 às 8h56

11/03/2013

Ásia

As bolsas de valores da região fecharam em divergência, com alta no Japão e queda na China.

http://www.reuters.com/finance/markets/asia

A alta da bolsa de Tóquio aconteceu por conta da contínua desvalorização do iene  e perspectiva de melhora nos prognósticos da economia dos EUA, dado o resultado melhor do que o esperado no relatório de emprego desse país referente a fevereiro.

http://www.reuters.com/article/2013/03/11/markets-japan-stocks-idUSL3N0C30VW20130311

Já na China, a divulgação de vários indicadores macroecômicos referentes a fevereiro mostrou que a economia do país não experimenta retomada tão forte quanto a esperada. A produção industrial cresceu 9,9%  e as vendas no varejo 12,3% (em bases anualizadas) nos 2 primeiros meses do ano.

http://www.bloomberg.com/news/2013-03-09/china-feb-cpi-rises-more-than-estimated-3-2-as-ppi-drops-1-6-.html

http://www.bloomberg.com/news/2013-03-11/china-s-stock-index-futures-drop-after-release-of-economic-data.html

Europa

As bolsas de valores da Europa operam em queda moderada às 8h03.

http://www.reuters.com/finance/markets/europe

A queda das bolsas da região, após terem atingido máximas em mais de 4 anos, se deve ao fraco desempenho da economia da China em fevereiro e por conta do rebaixamento da nota de crédito da dívida italiana pela agência de ratings Fitch, que ressaltou os riscos políticos e econômicos decorrentes dos resultados inconclusivos das eleições parlamentares na Itália.

http://www.bloomberg.com/news/2013-03-11/european-stocks-fall-on-italy-downgrade-as-oil-metals-decline.html

http://www.reuters.com/article/2013/03/11/markets-europe-stocks-idUSL6N0C33HZ20130311

EUA

Em NY, os futuros de índices de ações negociam em leve baixa às 8h11.

http://www.bloomberg.com/markets/stocks/futures/

As bolsas de valores locais fecharam em alta moderada na sexta-feira, após divulgado o robusto resultado do relatório de emprego dos EUA referente a fevereiro.

Entretanto, essa situação implica no risco de possível mudança na orientação da política monetária do país em breve, conforme assinalado em Estudo: taxa de juros e emprego nos EUA – 08/03/13 às 12h46.

Caso isso ocorra, os mercados perderão um dos principais fatores para sua sustentação e que ensejou o forte rali da alta das bolsas de valores dos EUA nos últimos anos.

Brasil

A bolsa de valores brasileira apresentou forte queda na sexta-feira, com o índice Ibovespa registrando queda de 0,70%, aos 58.432 pontos. O mercado realizou lucros devido à forte alta apresentada nos últimos pregões.

http://www.infomoney.com.br/mercados/acoes-e-indices/noticia/2697179/ogx-cai-multiplus-csu-petro-tambem-caem-forte-veja-destaques

Destaque negativo para as ações da OGX Petróleo, da Petrobras e da Vale. Já do lado positivo, houve a valorização dos bancos locais, que devem conseguir recompor, em alguma medida, suas margens de lucro em decorrência do possível aumento da taxa Selic.

A inflação brasileira continua a preocupar, com o IPCA tendo registrado aumento acima do esperado para fevereiro, a despeito dos esforços do governo para reduzir a pressão nos preços.

O IPCA referente a fevereiro (+0,60%) registrou desaceleração frente ao apresentado em janeiro (+0,86%).  A desaceleração do índice era esperada, devido à redução na tarifa de energia. Por outro lado, a alta no mês veio acima do esperado pelo mercado. Nos últimos 12 meses, o índice atingiu 6,31% frente a 6,15% registrados em janeiro.

A reação do mercado de juros futuros indica possível alta da Selic já para a próxima reunião do Copom, marcada para o meio de abril. A perspectiva do início de novo ciclo de alta na Selic retira, em parte, a força de recuperação do Ibovespa experimentada na semana passada.

A situação das economias no exterior segue melhorando, mas a eventual retirada dos estímulos monetários nos EUA pode contribuir para abortar qualquer perspectiva de recuperação mais consistente para o Ibovespa – a despeito da melhora esperada para 2013 na atividade econômica brasileira.

Apesar de ter furado o suporte situado nos 58.446 pontos ao longo do pregão de sexta-feira, o Ibovespa conseguiu mantê-lo no fechamento do mercado.

Veja o gráfico candlestick diário do Ibovespa, a seguir.

IBOV_diario_2013-03-11_0841

Suporte: 58.128 pontos; 57.665 pontos; 56.845 pontos.

Resistência: 58.817 pontos; 59.022 pontos; 59.624 pontos.

Bons negócios!

Acesse também:

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcer

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: