Skip to content

Panorama de mercado – 21/12/2012 às 9h15

21/12/2012

Abismo Fiscal

Agora complicou! O porta-voz do partido republicano retirou da votação na Câmara o seu “plano B”, que previa aumento de impostos para a classe de renda acima de US$ 1 milhão. Sua justificativa foi de que não havia conseguido o apoio necessário para aprovar o plano – e na Câmara, a maioria é republicana. O presidente Obama já havia mandado o recado de que vetaria o projeto, caso ele fosse aprovado na Câmara e no Senado – que tem maioria democrata.

Assim, as negociações só serão retomadas após o natal e o prazo para aprovação do projeto, cada vez mais exíguo, uma vez que para evitar o abismo fiscal em 2013 seria necessária a sua aprovação antes do final do ano. O que ocorre é que em 2013 cessarão benefícios fiscais para as classes de alta renda aprovados na gestão Bush (gerando aumento de impostos) e entrarão em vigor uma série de cortes de gastos do governo com a finalidade de reduzir o déficit público do país.

A confusão está formada e o prognóstico não é nada bom devido à falta de flexibilidade mostrada pelos negociadores, tendo de um lado o presidente Obama, do partido democrata, que quer que os “mais ricos” paguem mais impostos sobre a renda e de outro, o partido republicano, que não quer que isso aconteça – além de apresentar outras restrições em relação ao tamanho e direcionamento dos gastos públicos federais.

Mercados

As bolsas de valores da Ásia fecharam em queda na esteira da retirada para votação do “plano B” do partido republicano na Câmara dos EUA ontem à noite. O mercado também aproveitou para realizar lucros em decorrência da alta acumulada nos últimos dias devido à melhora na perspectiva de crescimento da economia da China e da ampliação das medidas de estímulo para a economia do Japão anunciadas há 2 dias pelo banco central do Japão.

Na Europa, as bolsas têm forte queda às 9h01, reagindo às dificuldades, cada vez maiores, para contornar o abismo fiscal nos EUA. Os futuros de índices de ações em NY negociam em forte queda pelo mesmo motivo nesse instante.

Conforme alertado ontem em Panorama de mercado – 20/12/2012 às 9h19:

… Como se pode observar, apesar da forte alta, o índice respeitou a resistência situada nos 61.000, conforme ressaltado ontem. A próxima resistência está na faixa dos 62.000 pontos e, a seguir, nos 62.473 pontos.

Por outro lado, se “o tiro sair pela culatra”, em decorrência do aparecimento de sério impasse nas negociações do abismo fiscal nos EUA, o primeiro suporte do Ibovespa está localizado na faixa dos 60.366 pontos e depois nos 59.624 pontos…“.

A análise acima fica reforçada pela existência real de “sério impasse” nas negociações para evitar o abismo fiscal nos EUA. Nesse sentido, é bastante provável que a BM&FBovespa sofra realização de lucros nesse pregão, a despeito da existência de drivers locais favoráveis.

Veja o gráfico candlestick diário do índice Ibosvespa, a seguir.

IBOV_diario_2012-12-21_0911

O mercado deve optar por realizar lucros, enquanto não houver sinais de possível reversão do impasse existente nas negociações sobre o abismo fiscal nos EUA.

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: