Skip to content

Panorama de mercado – 18/12/2012 às 9h03

18/12/2012

Mercados

As bolsas de valores da Ásia fecharam em divergência, mas com viés positivo comandado por nova alta da bolsa do Japão (+0,96%). Na Europa, as bolsas têm leve alta às 8h36, impulsionas pela expectativa de acordo em relação ao abismo fiscal nos EUA. Nos EUA, os futuros de índices de ações negociam em alta moderada nesse momento pelo mesmo motivo.

As bolsas de NY tiveram forte alta ontem devido a avanços na negociação para uma solução do abismo fiscal do país. O presidente Obama cedeu um pouco, elevando o patamar a partir do qual novos impostos iriam incidir, mas a oferta não foi aceita pelo negociador do partido republicano após o fechamento dos mercados.

Entretanto, o mercado percebeu que o acordo deverá sair; que é apenas uma questão de tempo e consenso – apesar de que “tempo” é o que existe de mais escasso nesse momento para se chegar a um acordo.

Brasil

No Brasil, a bolsa de valores fechou em leve queda (-0,06%), com o Ibovespa registrando 59.566 pontos. O Ibovespa sofreu a influência do vencimento de opções, que tem as blue-chips que compõem o índice como maiores destaques. Dessa forma, as fortes quedas de OGXP3 (-5,27%; R$ 4,31) e de PETR4 (-1,43%; R$ 19,92), foram compensadas pela alta de VALE5 (+1,40%; R$ 40,31).

Mas o Ibovespa não andou, respeitando, novamente, a resistência situada nos 59.624 pontos, como pode ser observado, a seguir, pelo gráfico candlestick diário do índice.

IBOV_diario_2012-12-18_0843

O mercado local fica, novamente, dependente de driver externo para se movimentar. Atenção com as negociações sobre o abismo fiscal: o hit do momento!

Blue-Chips: perspectivas para 2013

Focando nas blue-chips para 2013, temos um driver positivo que é a retomada do crescimento econômico na China. Ele atinge tanto PETR4, VALE5 e OGXP3.

A avaliação  é negativa para PETR4 em função da pressão altista no dólar, aumento das importações de gasolina, ausência de reajuste dos combustíveis e mega prejuízo a ser contabilizado pela eventual baixa da refinaria de Pasadena, Texas do protfolio de ativos da Petrobras.

A avaliação é positiva para VALE5 na medida em que os preços do minério de ferro voltam a subir. Além disso, a Vale é extremamente dependente do estado de saúde da economia chinesa, cuja perspectiva tem melhorado nos últimos meses. Ela não sofre de ingerências típicas da Petrobras e de outras empresas como elétricas, do setor bancário, entre outras.

A avaliação é negativa para OGXP3, até que se prove o contrário. Para isso, maior eficiência e lucratividade na sua operação, assim como uma definição mais favorável de sua perspectiva em face do equilíbrio financeiro de seu planejamento estratégico são necessárias.

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: