Skip to content

Estudo: Curvas de Juros Spot e a Termo – 24/10/2012 às 11h10

24/10/2012

Conforme já ressaltado no Estudo: Curvas de Juros Spot e a Termo – 23/10/2012 às 10h27,

“… Atenção para os DI’s de vencimentos janeiro/16 até janeiro/21. As taxas a termo desses DI’s estão relativamente altas frente às taxas apresentadas por vencimentos até julho/13. Há “gordos” prêmios de risco nesses DI’s.”.

e

“… Vale observar que os títulos pós-fixados com vencimentos curtos e intermediários já “fecharam” muito suas taxas de juros reais, a exemplo da NTN-B Principal de 15/05/15; o que deixa pouco espaço para quedas subsequentes em suas taxas de juros.”.

Ontem, o presidente do Banco Central do Brasil, Alexandre Tombini, reafirmou o compromisso da instituição em relação à política de metas de inflação adotada desde a década de 90, sob a gestão de Armínio Fraga. Tombini também afirmou que a inflação brasileira tem convergido para o centro da meta (4,50%) de maneira não linear.

Isso é um eufemismo para não dizer que a inflação continua pressionada no curto prazo e que pode subir ainda mais, antes de cair. Além disso, dentro de uma perspectiva de aceleração do crescimento do PIB local a partir de já, a rigidez para baixo da inflação aumenta.

Conforme estudos elaborados por instituição estrangeira, a inflação pode vir a apresentar picos de 6% nos últimos 12 meses no futuro, apesar de fechar 2012 abaixo desse patamar. Já em 2013, deve permanecer na casa dos 5,60%.

Mercado Futuro de Taxas de Juros

As taxas de juros dos DI’s futuros apresentaram leve oscilação nessa manhã, frente ao fechamento ajustado para hoje. O cenário no exterior continua incerto e com perspectivas negativas para o crescimento econômico do bloco europeu, o que deve dar fundamento ao processo de fechamento das taxas dos DI’s de prazo mais longo na BM&F. Já na China, o PMI da indústria para outubro (calculado pelo HSBC) apresentou melhora frente ao esperado pelo mercado.

Veja, a seguir, as curvas de juros spot e a termo para os DI’s curtos e longos às 11h10, assim como as variações das taxas de juros frente aos níveis estabelecidos pelos ajustes corrigidos para hoje.

Curva de DI’s curtos:

Curva de DI’s longos:

Taxas de Juros pós-fixadas

As taxas de juros dos títulos pós-fixados negociados via Tesouro Direto apresentam estabilidade frente aos níveis negociados em 23/10 (2,20% aa).  A NTN-B Principal 15/05/15 é negociada na faixa de 2,19% aa – 2,23% aa, no site do Tesouro Direto (TD).

Veja, a seguir, como estão sendo negociados os títulos públicos via Tesouro Direto nessa manhã.

Conforme já ressaltado no Estudo: Curvas de Juros Spot e a Termo – 23/10/2012 às 10h27,

“… Atenção para os DI’s de vencimentos janeiro/16 até janeiro/21. As taxas a termo desses DI’s estão relativamente altas frente às taxas apresentadas por vencimentos até julho/13. Há “gordos” prêmios de risco nesses DI’s.”.

e

“… Vale observar que os títulos pós-fixados com vencimentos curtos e intermediários já “fecharam” muito suas taxas de juros reais, a exemplo da NTN-B Principal de 15/05/15; o que deixa pouco espaço para quedas subsequentes em suas taxas de juros.”.

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: