Skip to content

Estudo: Long-Short PETR4 x VALE5 – 16/07/12 (às 8h58)

16/07/2012

Esse estudo avalia a possibilidade de se realizar uma estratégia long-short entre PETR4 (na compra) e VALE5 (na venda). Apesar do estudo se referir à ações de diferentes setores (petróleo x mineração) de atividade da BM&FBovespa, ambas ações pertencem ao setor mais geral de materiais básicos, o qual está sujeito ao impacto de variáveis macroeconômicas como por exemplo, crescimento econômico mundial, câmbio, entre outras que afetam as duas ações (companhias) de maneira similar.

O estudo é uma extensão de dois outros estudos de estratégias, recentemente realizados pelo blog InvestCerto:

Estudo de estratégia long-short: IBOV X VALE5 – 06/07/12 (às 15h57)

Estudo de estratégia long-short: IBOV X PETR4 – 12/07/12 (às 15h36)

Nos casos acima, foram elaboradas diferentes estratégias long-short envolvendo as duas ações, em separado, “contra” o índice Ibovespa; tomando-se como proxy do índice o seu contrato futuro para agosto – INDQ12. Nos estudos citados, era avaliada a possibilidade de compra do índice Ibovespa e venda simultânea de VALE5 em 06/07/12 e, alguns dias após, em 12/07/12, a compra de PETR4 e venda simultânea do índice Ibovespa.

Como no primeiro caso compra-se índice Ibovespa e se vende simultaneamente VALE5 e,  no segundo caso, vende-se índice Ibovespa e se compra PETR4, implicitamente o que se faz é comprar PETR4 e vender VALE5.

Assim, salvo algum desajuste causado pela diferença de cerca de uma semana entre a elaboração do primeiro estudo (IBOV x VALE5) e do segundo estudo (PETR4 x IBOV), as quantidades teóricas a serem utilizadas para a estratégia long-short entre PETR4 e VALE5 são:

– compra de 2.120 ações de PETR4

– venda de 1.550 ações de VALE5

As quantidades definidas acima podem ser confirmadas nos estudos originais, conforme os textos originalmente publicados nos estudos a seguir.

No Estudo de estratégia long-short: IBOV X PETR4 – 12/07/12 (às 15h36): “Dessa forma, a proporção de ações a serem compradas para cada contrato de índice futuro vendido deve obedecer uma relação de aproximadamente 2.120 ações para cada contrato de índice.”.

No Estudo de estratégia long-short: IBOV X VALE5 – 06/07/12 (às 15h57): “Dessa forma, a proporção de ações a serem vendidas para cada contrato de índice futuro comprado deve obedecer uma relação de aproximadamente 1.550 ações para 1 contrato de índice.”.

O blog InvestCerto publicará, ao longo do dia, estudo detalhado sobre a estratégia em destaque.

Interessante observar que pode ser encontrada na imprensa, nessa manhã, matéria a respeito da recomendação de banco estrangeiro a respeito da mesma estratégia long-short (compra PETR4 e venda VALE5) publicada pelo blog InvestCerto separadamente há alguns dias.

http://www.brasileconomico.ig.com.br/noticias/citi-sugere-compra-de-petrobras-e-venda-de-vale_119353.html

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: