Skip to content

Para bom entendedor, meia palavra basta – 25/06/2012.

25/06/2012

Uma empresa pode melhorar os seus resultados por meio das seguintes possibilidades:

– aumento de receita

Esse aumento de receita pode ser oriundo do aumento nos preços do produto vendido, da simples expansão da atividade produtiva (nesse caso, para a melhora dos resultados é necessário que possua margens de lucro positivas – bruta e líquida) ou devido à melhora no processo produtivo com a implantação de novas tecnologias.

No caso da expansão pura e simples da atividade (operação), ela poderá ser decorrente da ampliação da capacidade produtiva que pode ser obtida via aumento de investimentos ou por meio da aquisição de novas capacidades já existentes (aquisição de empresas, por exemplo).

Entretanto, vale lembrar que a obtenção de novas tecnologias de produção contribui para que ela consiga manter (ou até melhorar) suas margens de lucro em bases sustentáveis frente à concorrência.

– redução de custos produtivos e de operação

Nesse caso, pode-se obter a redução de custos via melhora no processo produtivo com a implantação de novas tecnologias ou simplesmente por intermédio da redução de seus custos operacionais e/ou fixos frente aos níveis de receita existentes. Ou seja, não dá para “fazer milagre”.

Nesse sentido, quando se analisa uma empresa que possui preços praticamente congelados (ou com aumentos muito pequenos), não se pode esperar melhora nos resultados por essa via. Além disso, se essa empresa vem apresentando margens declinantes quando sua receita operacional cresce, algo está errado.

Ademais, se essa empresa tem um plano “faraônico” de investimentos que lhe obriga a drenar muito caixa, ou a aumentar substancialmente seu capital ou, ainda, a fazer muita dívida para realizá-lo, deve-se ter uma atenção toda especial para com ele.

O que está em questão, dessa forma, é a viabilidade econômica desse plano. Se ele for viável ótimo; caso contrário, pode ser a ruína da empresa. E quando se fala em viabilidade, entende-se, também, que os objetivos produtivos definidos por ele serão atingidos, não obstante as dificuldades tecnológicas impostas para a sua realização.

Entretanto, como esse plano pode ser viável se não se admite que os preços dos produtos da empresa sejam corrigidos ao longo do tempo pelo menos na mesma proporção de seus custos? Mais ainda, como avaliar positivamente o fato de que os crescentes valores projetados para seus investimentos (para aumentar sua capacidade produtiva)  no plano gerem metas de produção cada vez menores ao longo do tempo?

Para concluir a análise, como fica se essa companhia prescindir de um processo de governança corporativa saudável? Aí a coisa fica realmente feia e o mercado não vai enxergar essa empresa com “bons olhos”… O que significa forte queda nos preços de suas ações – se for uma companhia aberta listada em bolsa.

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: