Skip to content

Estudo: Análise de Estratégia e Juros Reais Projetados – 12/04/2012 (às 11h06)

12/04/2012

Conforme a expectativa de inflacão para 2012 fica mais otimista, aumenta a probabilidade de que o cenário de referência utilizado pelo Banco Central do Brasil (BCB) se torne realidade e a inflação de 2012 feche o ano na faixa dos 4,40%, tendo convergido para o centro da meta, em conformidade com a estimativa feita pelo BCB.

Nesse sentido, seria possível extrapolar esse comportamento benígno da inflação para os anos de 2013 e 2014, de forma a que as projeções do BCB também se realizassem, para ver como ficaria o juro real anual – ou de equilíbrio – aos preços de hoje, conforme negociados no mercado: DI’s na BM&F e NTN’s-B emitidos pelo governo.

Dessa forma, segue abaixo a tabela com as curvas spot e a termo dos DI’s na BM&F às 11h06:

Curvas_12-04-12 curta 11h06

Tomando-se as taxas de juros negociadas pelos DI’s acima, pode-se inferir quais são os  juros reais implícitos estimados pelo mercado para 6 meses e também para os anos de 2013 e 2014 – utilizando-se para isso das taxas a termo obtidas.

JuroReal 12-04-12

Essa tabela mostra que os juros reais implícitos nos DI’s da BM&F são crescentes  – ou com taxas ascendentes ao longo do tempo. Entretanto, isso vai de encontro com o que o BCB (e o próprio mercado) entendem como razoável para uma economia sadia e com juros tão altos quanto os do Brasil nesse momento. O que se pode inferir daí é que o mercado não acredita que a inflação irá ficar contida dentro dos patamares esperados pelo BCB em 2013 e 2014, fazendo com que os juros nominais dos DI’s permaneçam em níveis mais elevados do que deveriam estar.

Dessa forma, na cabeça do mercado, tudo se passa como se os juros reais fossem menores do que os estimados na tabela acima. Isso pode ser confirmado ao averiguar que as taxas de juros negociadas nas Notas do Tesouro, do tipo B (que remuneram o investidor com IPCA + juros fixos estabelecidos no ato da compra), são inferiores às encontradas na tabela acima.

Tesouro Direto 12-04-12

É claro que o fato de que as taxas de juros reais da tabela “Análise de Juro Real Projetado” (estimadas pelos DI’s na BM&F) não serem taxas spot, mas a termo dificultam a comparação com as taxas de juros reais mostradas pelas NTNB’s na tabela acima, pois elas são taxas spot. Todavia, fazendo-se a transformação daquelas taxas chega-se a uma estimativa de juros reais anuais de 4,82% implícitos nos DI’s negociados na BM&F até janeiro/2015, conforme estimativa de inflação pelo cenário de referência do BCB.

Caso o cenário do BCB se converta em realidade – ou pelo menos se mostre mais provável ao longo do tempo -, deverá haver uma convergência entre as duas expectativas de juros reais e, certamente, as taxas de juros dos DI’s na BM&F deverão cair em certa medida para tornar isso possível. Em caso contrário, as taxas deverão tomar a direção oposta.

Veja abaixo o gráfico com as taxas mensais e anuais de inflação (IPCA) estimadas conforme os cenários de referência e de mercado do BCB.

IPC-A 12 meses 12-04-12

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: