Skip to content

Estudo: Curvas de Juros Spot e a Termo – 10/04/2012 (às 12h59)

10/04/2012

Poucas oscilações nas taxas de juros dos DI’s curtos negociados na BM&F. Entretanto, houve forte redução nas taxas de juros dos Di’s longos.

Isso se deve à piora do cenário internacional em geral, com destaque para a Europa e, principalmente, por conta do superávit acima do esperado registrado na balança comercial da China em Março. O fato de que as importações tenham crescido a um ritmo abaixo do esperado indica que as exportações de commodities brasileiras (ferro, petróleo, entre outras) para aquele país devem apresentar menor ritmo de crescimento no futuro.

Dessa forma, fica valendo o raciocínio de que quanto pior a perspectiva da economia mundial e suas consequências sobre a economia local, maior deve ser a redução da taxa de juros interna como forma de política contra-cíclica de combate à crise externa.

Veja abaixo como estão as curvas de juros spot e a termo dos DI’s registradas às 12h59 dessa manhã.

Curvas_10-04-12 curta 12h59

Curvas_10-04-12 longa 12h59

Veja a seguir as taxas Selic estimadas pelo mercado de taxas de juros futuras na BM&F:

– a meta Selic esperada para a reunião do Copom de 17 e 18/04/12 é de 9,02% aa, apresentando uma redução de 0,73 p.p.

– a meta Selic esperada para a reunião do Copom de 29 e 30/05/12 é de 8,75% aa, apresentando uma redução de 0,27 p.p.

– a meta Selic esperada para a reunião do Copom de 10 e 11/07/12 é de 8,65% aa, apresentando uma aumento de 0,10 p.p.

Vale observar que foi considerado um prêmio de 0,11 p.p. ao ano acima das taxas de juros apresentadas pelos DI’s para se chegar às taxas (metas) Selic estimadas.

Conforme ressaltado no relatório de 09-04-12, “A persistir a piora do cenário internacional e a convergência da inflação local para o centro da meta (4,50%) ainda em 2012, é possível esperar que a taxa Selic venha a terminar 2012 abaixo do patamar de 8,75% aa, apesar da afirmação do BCB na ata de sua última reunião do Copom, assim como no relatório trimestral de inflação publicado recentemente de que a Selic ficaria estabilizada em patamar próximo a 8,75% aa por algum tempo.

Dessa forma, apostas na venda de taxas de juros para os DI’s de Janeiro/14 e Janeiro/15 ainda podem se tornar estratégias com boa possibilidade de ganho.”

Todavia, a perspectiva de continuidade da redução da taxa Selic esbarra na necessidade de “ajuste” na remuneração da poupança, o que pode, em um primeiro momento, reduzir a velocidade de queda na taxa Selic.

Bons negócios!

Acesse também

http://www.investcerto.com.br

Siga a InvestCerto no Twitter

http://twitter.com/investcerto

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: